Sumário

Você sabia que tanto o frio quanto o calor podem ser utilizados para reduzir a dor em músculos, tendões e ligamentos? Apesar de suas semelhanças nesse aspecto, os métodos para obter alívio são diferentes e, se mal aplicados, podem piorar a situação e causar mais desconforto.

Os Efeitos do Frio no Corpo

O frio tem um efeito vasoconstritor, reduzindo o calibre dos vasos sanguíneos e diminuindo o fluxo de líquidos circulantes, o que consequentemente reduz o inchaço. Além disso, ele desacelera o metabolismo celular, impedindo que as células aumentem a irritação na região afetada.

Outro benefício do frio é a redução da sensibilidade aos estímulos dolorosos e o aumento do tempo necessário para que esses estímulos cheguem ao cérebro, o que contribui para a redução da dor. Esses são os principais efeitos promovidos pelo frio que levam ao alívio dos sintomas.

Na prática vamos usar o frio quando quisermos reduzir a dor e evitar que a estrutura fique inchada. Nesse caso situações de traumas agudos (principalmente nas primeiras 24h) teremos maior benefício de uso do gelo. 

Por exemplo em um entorse de tornozelo em que queremos aliviar a dor e evitar que ele fique muito inchado agravando a lesão. Aí usamos o gelo com compressão para minimizar o dano facilitando a recuperação nos próximos dias.

Como Usar o Frio para Reduzir a Dor

Recomenda-se aplicar compressas de gelo ou gel na área afetada por 10-20 minutos a cada hora. O tempo de aplicação varia de acordo com a profundidade da lesão, sendo de 10-15 minutos para articulações e 15-20 minutos para músculos.

É importante ter precauções ao usar o frio, pois ele pode reduzir a sensibilidade da pele e causar queimaduras. Recomenda-se usar uma toalha entre a compressa e a pele e monitorar constantemente a região para evitar acidentes.

A combinação de compressão com faixas elásticas pode ser um recurso útil para potencializar o efeito de gelo quando aplicado em extremidades como braços e pernas. Um cuidado extra deve ser tomado em relação à prevenção de queimaduras.

Os Efeitos do Calor no Corpo

Ao contrário do frio, o calor tem um efeito vasodilatador, aumentando o calibre dos vasos sanguíneos e o fluxo de líquidos circulantes. Isso acelera a regeneração tecidual e ajuda a reduzir a dor, facilitando a redução dos agentes químicos circulantes na região da lesão.

Esse recursos é especialmente útil em casos crônicos onde já se observa alteração local do metabolismo como redução de temperatura e fadiga muscular. 

Por exemplo, pacientes com dor lombar crônica que sentem queimação, fadiga e dor lombar ao fim do dia que podem usar compressas quentes durante o dia ou ao final do dia para aliviar o desconforto lombar.

Como Usar o Calor para Reduzir a Dor

Assim como o frio, o calor deve ser aplicado por 20-30 minutos a cada hora, utilizando compressas de gel, bolsas de água quente ou imersão em água aquecida. Também é importante ter precauções para evitar queimaduras, utilizando uma toalha úmida entre a compressa e a pele e monitorando constantemente a região afetada.

Conclusão

Tanto o frio quanto o calor podem ser ferramentas eficazes para reduzir a dor em músculos, tendões e ligamentos, mas é importante utilizá-los corretamente para evitar complicações. Se você está enfrentando dor crônica ou aguda, é sempre recomendável buscar orientação profissional antes de iniciar qualquer tratamento.

 

Esperamos que este artigo tenha fornecido informações úteis sobre o uso do frio e do calor para alívio da dor. Acompanhe nossas redes sociais para mais dicas de saúde e bem-estar!



Facebook
Twitter
LinkedIn

Precisa de tratamento fisioterapêutico

Pronto para iniciar sua jornada rumo à recuperação? Agende agora mesmo seu tratamento fisioterapêutico na Valore Fisioterapia e dê o primeiro passo para uma vida livre de dor e limitações!

Veja o que mais artigos aqui

Quiropraxia: É Segura ou Perigosa? Mitos e Verdades

Muitas pessoas se questionam sobre a segurança da quiropraxia, uma prática focada no alinhamento da coluna e no tratamento de problemas musculoesqueléticos. Vamos explorar se a quiropraxia é realmente segura ou se apresenta riscos significativos.

Leia mais »

Como aliviar dores nas costas: Dicas simples para melhorar sua qualidade de vida

As dores nas costas podem ser um verdadeiro incômodo, afetando não apenas nossa mobilidade, mas também nossa disposição diária. Se você enfrenta esse problema, não está sozinho. Muitas pessoas lidam com dores nas costas em algum momento da vida, seja devido a má postura, sedentarismo, estresse ou esforço físico excessivo. Felizmente, existem maneiras simples de aliviar essas dores e melhorar sua qualidade de vida.

Leia mais »
×